Como aprender o Inglês Britânico?

Bandeira do Reino Unido
England flag in the focus. Europe map with countries flags. Shallow depth of field 3d illustration rendering isolated on white background

O contacto diário com a língua inglesa, através de filmes, músicas, jogos, etc., expõe-nos naturalmente à “pronúncia” americana, no entanto, constata-se um crescente interesse pelo inglês britânico, sendo evidente a sua procura especialmente entre os estudantes.

Qual a diferença entre o inglês americano e o britânico?

É senso comum que a região onde um idioma se desenvolve causa alterações na pronúncia. Relativamente às diferenças entre o Inglês Britânico e o Inglês Americano, também se constata essa realidade, mas não só. Igualmente a gramática espelha algumas divergências, desde as proposições até aos tempos verbais propriamente ditos. Também no âmbito da ortografia existem as suas diferenças, já que se por um lado os americanos foram optando por escrever algumas palavras conforme as dizem, por outro temos os britânicos “a braços” com a influência francesa. O vocabulário faz parte dos pontos onde se constatam alguns “desvios”: se o Louco é Crazy nos EUA, já em terras de Sua Majestade será Mad!

Da mesma forma que existem diferenças entre o inglês americano e o britânico, outros países que falam o Inglês possuem sotaques e dialetos próprios. A Austrália é um exemplo disso mesmo.

Ainda assim, a origem da língua é a mesma, pelo que a força estrutural do idioma permite aos alunos aprender inglês americano e conseguir comunicar perfeitamente em Inglaterra, e vice-versa.

Estudar o Inglês do Reino Unido

Quem já tem contacto com a língua inglesa vinda da América, vê o processo de aprendizagem do Inglês Britânico mais facilitado, porém há que estar desperto para as diferenças! Partilhamos então algumas dicas para melhorar a perceção neste contexto:

Ouvir músicas cantada por grupos/cantores Ingleses

A cultura americana está realmente muito presente em todo o mundo, mas existem imensos conteúdos produzidos com o inglês britânico e com muita qualidade. Exemplo disso são as músicas de artistas como David Bowie e Elvis Costello ou bandas como Oasis ou Sex Pistols. Estes são exemplos de artistas cuja interpretação evidência o sotaque britânico.

Filmes e séries

Assistir a filmes e séries de origem britânica é uma ótima forma de imergir no idioma, já que se fica em contato direto com a língua através dos diálogos das personagens. O Reino Unido produz vários conteúdos de alta qualidade, representando na maioria das vezes a graciosidade britânica e a cultura do país. Os filmes de “Harry Potter”, o célebre “O discurso do Rei” ou ainda a série “Downton Abbey” são, cada um no seu género, exemplos disso mesmo. Dependentemente do nível de inglês, pode-se assistir às produções com ou sem legenda. O importante é notar o sotaque e identificar os padrões britânicos na linguagem no intuito de preparar melhor o ouvido para o Inglês Britânico.

Aprender Inglês na City School

A nossa equipa pedagógica é constituída por Professores Bilingues, nativos e não nativos, todos com largos anos de experiência no ensino oficial, formação profissional (inicial e contínua) em ambiente escolar e empresarial. Parte dos nossos Professores asseguram as aulas tendo como referência o Inglês Britânico, e os restantes Professores fazem-no utilizando o Inglês Americano, possibilitando aos nossos alunos integrar a turma que mais se adequa às suas necessidades/preferências.

A City School tem o que necessita para aprender Inglês de uma vez por todas!

Acompanhe as nossas publicações e conheça os nossos cursos.